Você trabalha preventivamente ou apenas apaga incêndios?

Updated: Jul 16



Segunda-feira, você chega para trabalhar e tudo está tranquilo. Como de costume, você senta-se na sua cadeira, com aquele habitual ânimo de início de semana e ao ligar o seu computador, depara-se com uma notificação no seu e-mail. Oh não! parece que a empresa foi notificada referente a um processo trabalhista e o advogado da empresa está lhe solicitando diversos documentos para o desenvolvimento da defesa da empresa. Pra que se preocupar? basta juntar toda a documentação necessária e enviar para o doutor, certo?

Todavia, sendo otimista, imagino que a empresa ao menos pede para que os motoristas preencham um diário de bordo e arquiva esses documentos em algum lugar... Mas, e os cálculos da jornada de trabalho conforme a lei 13.103 de 2015 , o acompanhamento dessas jornadas de trabalho e as tratativas das não conformidades?

É... parece que você terá que bolar soluções mirabolantes para apagar mais um incêndio na empresa, e novamente sendo muito otimista, considere-se feliz, se ao menos conseguir reduzir os prejuízos que a empresa terá com essa ação trabalhista.


Agora, deixemos o otimismo de lado e sejamos realistas! Pedir para os motoristas preencherem diários de bordo apenas por fazer, gera mais provas contra a própria empresa do que o contrário.


É preciso agir proativamente


As inconformidades nas jornadas de trabalho devem ser tratadas em tempo real, a fim de evitar transtornos jurídicos para a empresa, por exemplo:

Para evitar que os motoristas dirijam por mais que 05h30 ininterruptamente, é necessário que a empresa possua o acompanhamento em tempo real das jornadas de trabalho, e desse modo, quando algum colaborador estiver próximo a atingir o tempo máximo de direção permitido por lei, ele deve ser notificado para que encontre um local seguro para realizar um descanso de pelo menos 30 minutos. Caso mesmo assim o motorista continue a dirigir, ao menos a empresa tomou uma ação preventiva ante a situação, e desse modo, o funcionário passa a se responsabilizar por esse ato, afinal, a própria lei compreende que o cumprimento da jornada de trabalho, assim como o registro fidedigno das horas trabalhadas, é de responsabilidade do motorista profissional.


A solução definitiva


Com o sistema Boreal, você acompanha as jornadas de trabalho dos motoristas em tempo real, com as geolocalizações e com a possibilidade de comparar as marcações dos motoristas, com as movimentações do veículo.. Isso mesmo, através da nossa conexão com as maiores tecnologias de rastreamento do Brasil, você consegue apurar se as horas trabalhadas que os motoristas estão apontando através do APP, são marcações fidedignas ou não.

Faça como diversas empresas em todo o Brasil, e teste o sistema Boreal para controle de jornada de motoristas sem nenhum custo, e descubra como você pode evitar riscos trabalhistas, agilizar os processos manuais do RH, e ter o total controle da jornada de trabalho dos motoristas!


Clique aqui e deixe seu contato para um consultor marcar uma apresentação online para você.


Estamos no aguardo do seu contato!




9 views0 comments